31 de out de 2011

REVIT ROOMBOOK

Quer saber o que é REVIT ROOM BOOK ?
Ora pois! É um PLUG-IN para o Revit Architecture 2012, que reconhece as superfícies de um ambiente (room).
Desta maneira, podemos calcular os materiais das superfícies automaticamente em: PAREDES, PISOS, FORROS, RODAPÉ (circunferência do ambiente), PILARES e MOBILIÁRIO.

Por exemplo, imagine um projeto de Hotel, ou de Hospital ou ainda de um Shopping, onde temos vários ambientes, que por muitas vezes são idênticos. Podemos projetar sem a preocupação com o material usado na superfície e depois fazer essa definição rapidamente, com o RoomBook.

Uma vez definidos, estes materiais são aplicados e o plug-in gera uma TABELA, que pode ser em EXCEL, em TABELA DE REVIT, em CSV ... ou... DWF, para usar no Autodesk Quantity TakeOff (veja minha publicação anterior).

O plug-in possui versão em português ... que ótimo!
Basta clicar na escolha de idiomas e Voilá ! ( se diz vualá ...rs....procurei no Google....rs....)
Assistam ao vídeo (clique no título desta mensagem).

Este é mais um benefício de quem possui o Autodesk SUBSCRIPTION (clique aqui). Além de obter novas ferramentas antes que elas sejam lançadas em uma próxima versão, você tem acesso aos treinamentos On-line, tem mais recursos e maior capacidade de armazenamento no Autodesk Cloud e tem acesso a todo o material do AU de LAS VEGAS. Todas as classes que foram dadas no AU e também as classes Virtuais. 


.    

30 de out de 2011

Você conhece todas as soluções da Autodesk para construção ?

Eu normalmente falo muito sobre Revit, aqui no Blog.Mas no dia a dia, tenho trabalhado com varias soluções que complementam o desenvolvimento de um projeto.

Estou falando de:


REVIT STRUCTURE, para modelagem estrutural avançada, e que é associado a dois outros produtos:
  • AUTOCAD STRUCTURAL DETAILING (ou ASD) : Como o nome já diz, faz o detalhamento estrutural, tanto de estruturas metálicas, como de concreto.
  • ROBOT STRUCTURAL ANALYSIS (ou RSA) : Aproveitando o modelo feito no REVIT, enviamos para o RSA através de um "botão" que fica disponível no REVIT. A partir daí, o RSA vai permitir a inserção e edição de cargas, nós e obviamente fazer a análise da estrutura, com resultados mostrados graficamente e através de relatórios. Se houver necessidade de modificação dessas estruturas, podemos fazer no RSA e ao fecharmos o programa, essas modificações são atualizadas no REVIT Structure.    

REVIT MEP ( Mecânica, Elétrica e Pumbling, ou seja, água e esgoto )
Ideal para os profissionais de instalações prediais: Ar Condicionado, Hidráulico/Sanitário, Elétrico, Lógica, Segurança, etc...

  
NAVISWORKS ( Manage ou Simulate ), para quem precisa planejar e gerenciar vários tipos de arquivo de um mesmo projeto, compatibilizando as informações e checando interferências.
Com o Navisworks, você pode associar um Cronograma pronto, feito no MS Project ou Primavera (desktop ou web) e simular a construção de um Projeto acompanhando cada etapa e identificando pontos críticos, antes de começar a construir.


QUANTITY TAKEOFF (QTO), para orçamento avançado.
No REVIT podemos quantificar tudo que foi inserido ou modelado, mas para fazer o Orçamento é diferente. Porque no orçamento entram variáveis como: Preço do material, Encargos (impostos e taxas), Quantidade de Homem/Hora e o Custo dessa mão-de-obra.
Com o QTO, você pode inserir imagem (JPG, BMP, etc), PDF, DWG e DWF, que são informações em 2D.
Porém, se você trouxer um DWF em 3D, e melhor ainda, se esse modelo foi criado no Revit, o processo é muito mais rápido, porque associamos os "insumos" aos objetos, usando a lista de objetos.

Resumindo, o fluxo de trabalho que já surgiu faz alguns anos e vem cada vez mais ganhando força, principalmente aqui no Brasil é:

  • Arquitetura : O projeto é iniciado no REVIT
  • Estrutura e Instalações: Aproveitam o modelo da Arquitetura (Revit) como referência e utilizam os REVITs específicos (RST e RME).
  • Para os Construtores e Incorporadores, entra o NAVISWORKS que vai compatibilizar esses arquivos e também os de terceiros ( DWG, DWF, SKP, DGN, Pro-E, Solidworks, etc... )
  • E para todos os profissionais, que precisem de orçamento, o QTO.   

Outro segmento que pode ser explorado é o de Visualização, porque no REVIT temos como fazer uma renderização com qualidade Mental ray, mas se precisarmos de um resultado profissional e recursos de animação, podemos levar o modelo feito no REVIT para o 3DS MAX Design.
Através do formato FBX, mantemos os materiais e a integridade do modelo, eliminando o "re-trabalho" para apresentações realísticas.


Você pode obter informações detalhadas sobre cada produto, nos links abaixo (clique no nome de cada produto para ser direcionado) :

REVIT ARCHITECTURE (português)
REVIT STRUCTURE (inglês)
REVIT MEP (inglês)
ROBOT STRUCTURAL ANALYSIS (português)
AUTOCAD STRUCTURAL DETAILING (inglês)
NAVISWORKS (português)
QUANTITY_TAKEOFF (português)
3DSMAX_DESIGN (português)

LISTA COM TODOS OS PRODUTOS VENDIDOS NO BRASIL (em português):
http://www.autodesk.com.br/adsk/servlet/pc/index?siteID=1003425&id=15061619


.

6 de out de 2011

Resultados do #AUBrasil 2011

Alguns Números:
9        Horas de Evento
32      Palestrantes
180    Dias de preparação
1980  Minutos de aula
1400  Participantes

Algumas Fotos:







Aguardo vocês no AU Brasil 2012

.

4 de out de 2011

Autodesk nas NUVENS

OLÁ ! Sim, estou vivo. Está difícil conciliar o tempo.
Mas eu trago boas notícias.

No dia 27-Setembro, a Autodesk lançou um novo conceito em oferta de serviço: AUTODESK CLOUD
Durante o AU Brasil, Steven Blum, Sr. Vice President da Autodesk, comentou sobre isso e fez uma comparação com o custo deste serviço. Ele brincou um pouco, comparando com alguns itens comuns como por exemplo 14 pães de queijo. Pois é, um custo de R$ 140,00 para ter a sua disposição o poder de mais de 10.000 computadores de altíssima performance.


O processamento nas nuvens é uma realidade, que traz benefícios como :
  • Agilidade
  • Redução de Custos (equipamento e mão-de obra)
  • Poder trabalhar em qualquer lugar
  • Confiança e Segurança
  • Performance
  • Manutenção
Eu já comentei aqui sobre RENDER na nuvem. Em alguns minutos você tem o trabalho pronto, sem precisar gastar com equipamentos caros, prender um desenhista o dia inteiro ou mais, na tarefa de renderizar. Já imaginou quando precisa fazer manutenção do equipamento ? Outra coisa fenomenal é poder trabalhar de qualquer lugar.

Existem vários recursos inseridos na Autodesk Cloud. Alguns já estão disponíveis há algum tempo:

Para iPhone/iPAD ou Androide
Autodesk® Design Review mobile app
AutoCAD® WS
Para o desktop (*)
Autodesk® Cloud rendering
Autodesk® Inventor® optimization (em breve)
Autodesk® Revit® Conceptual Energy Analysis
Autodesk® Green Building Studio® (análise de eficiência da construção)
Autodesk® Buzzsaw (gerenciamento de arquivos)
(*) serviços para quem possui Subscription.

Mais uma vez a Autodesk vira a página e dá um passo à frente.
Nada é por acaso. Isso é resultado de anos de investimento em novas tecnologias. Quando você compra um software Autodesk, pode ter certeza de que grande parte daquele valor está sendo reinvestido em pesquisas.